domingo, 27 de fevereiro de 2011

Joe Odagiri - muito além de um Kamen Rider



Kamen Rider Kuuga

Com o fim da Era Showa, período este considerado um dos mais longos (64 anos), chega ao fim também a Era dos Kamen Riders mais tradicionais, os quais faziam reverências ao seu criador Shotaro Ishinomori. Com a morte de Ishinomori tivemos um intervalo muito grande sem a série Kamen Rider na TV, período esse com algumas produções cinematográficas sem muitas expressões significativas ou até mesmo divulgação pela impressa. A crítica não foi muito favorável.

Mas, enfim, parecia que a Era Heisei não se apresentava muito animadora para a franquia Kamen Rider, 10 anos se passaram desde o fim de Kamen Rider Black RX, com a morte de Ishinomori agora havia uma produtora para criar e produzir as séries em parceria com a Toei. Dessa forma, em 30 de janeiro de 2000 foi ao ar pela TV ASAHI a décima série da franquia Kamen Rider, com o título de Kamen Rider Kuuga, estrelava no papel Joe Odagiri.

Kuuga marcava a estreia da nova era dos Kamen Riders, trazendo requícios de alguns elementos de sucesso de séries anteriores, mas com um ambientalismo renovado e técnicas reformuladas. Joe Odagiri viveu o jovem aventureiro, Yusuke Godai, sempre bem-humorado e determinado que acabou ganhando super poderes após utilizar um misterioso cinto encontrando em uma escavação arqueológica, o mesmo acaba sendo absorvido pelo seu corpo. Kuuga conquistou uma legião de fã, seu intérprete iniciou sua carreira como modelo da agência Hillman, de Tóquio, em 1999 quando fez o teste para o papel que faria a série Kamen Rider renascer só o fez por causa do seu agente que praticamente o obrigou. Segundo Odagiri, as séries do gênero tokusatsu "não faz jus ao talento e versatilidade que um ator de verdade deveria ter" e que ele em particular só aceitou fazer a série após ter sido convencido pelo produtor da série, Shigenori Takadera, por tratar-se de uma série diferente e mais ousada que as demais e, realamente, foi. E mesmo afirmando que não gosta das séries televisivas de heróis, Odagiri revela que se divertiu muito durante as gravações de Kuuga, onde também conquistou novos amigos.

Uma coisa Joe não pode negar, foi através de Kuuga que seu talento foi reconhecido e assim, pôde migrar para as produções cinematográficas, onde participou de filmes populares em seu país como: Azumi (2003, onde viveu o vilão, que não assistiu esse clássico baseado no game lançado para Play Station 2?), Shinobi: Heart Under Blade, Sakebi e Yureru, até conquistar o status de um ator consagrado pelo cinema japonês do novo milênio. E isso só foi possível graças a sua versatilidade como ator. Sobre o seu perfil, sempre se destaca pelos seus penteados diferentes e ousados, assim como seu estilo de se vestir bem eclético (não segue a nenhuma tendência), de personalidade particular e de atuações incontestáveis, Odagiri é hoje um ícone em seu país, seus trabalhos sempre reconhecidos nos traz a certeza de que a cada papel vivenciado por Joe, o personagem sempre acaba ganhando vida / identidade própria.

Em um de seus trabalhos tivemos a honra de poder ver tal talento de perto em ação, estou me referindo ao filme PLASTIC CITY (2008), onde Odagiri vive um brasileiro (kirin - um sonhador impulsivo) descendente de japoneses, que vive no bairro da Liberdade, em São Paulo.


Atualmente, Kamen Rider Kuuga pode ser acompanhado pelo Portal Tokusatsu - TV Multimídia - com um episódio novo todas as sextas!

Este post é em homenagem a dois grandes amigos: Lanthys (um super fã de Kuuga) e Thiago Legionário (o incentivador dessa postagem ^_^), além claro para os fãs do ator Joe Odagiri e do Kamen Rider Kuuga.

Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

3 comentários:

  1. Tati, esse teu post foi bem legal e esclarecedor, mas de certa forma me deixou desanimado também... A gente costuma cometer o erro de achar que os atores são parecidos com os personagens que vivem e olha que surpresa ao ver o Odagiri falar que "as séries do gênero tokusatsu não fazem jus ao talento e versatilidade que um ator de verdade deveria ter"... ¬¬ Posso ficar revoltado com isso né?? XD De boa, ele nem de perto se parece com o Godai, bom que eu fiquei com a imagem do Godai como referencia pra mim e nao com a do Odagiri, pois eu gostaria de ver um papel onde um ator poderia expressar melhor seus sentimentos e humanidade do que em um personagem como Godai Yusuke... ¬¬ Enfim, o que importa mesmo é que sou fã do Kuuga e de Godai Yusuke, se o alter ego do Yusuke é um bobão, problema dele, hhuhueuheuhauha, eu ainda acho que o Godai é muito melhor que o Odagiri e pena do Odagiri que não pensa como o Godai, ele seria um cara bem mais "adequado", afinal, se lançou com o Kuuga e ainda acha que "não faz jus", na verdade, ele que não faz jus a ter vivido um personagem tão carismático e humano quanto o Yusuke e tenho dito! XD

    O post foi esclarecedor Tati, muito para saber separar o joio do trigo, mais me afirmo fã de Godai edo Kuuga e menos do Odagiri, afinal de contas, Godai foi como disse teu título, muito mais que um Rider, já o Odagiri... Acho que ele "não faz jus" ao nome de Yusuke Godai! XDDD

    Valeu pela homenagem Tati, brigadão pela lembrança e pelo carinho de sempre minha amiga e parabéns por esse blog tão bem trabalhado, tu é fenomenal! ;)

    Lanthys

    ResponderExcluir
  2. Materia completissima, acho q tem qus ser assim mesmo, não vejo mal em exaltar um ator como o Tetsuo Kurata (q eu detesto), q teve o seu valor, certo momento, porém o fanatismo dos brasileiros os impedem de conhecer, grandes atores como o Odagiri Joe, que pra mim é o melhor ator até hoje que já fez um Rider, acho q se nao fosse pela interpretação dele o Yusuke godai, não seria tão rico.

    A matéria ficou completissima, com apenas uma ressalva Azumi não é baseado em um jogo de ps2 como foi vendido, mas sim, num mangá de mesmo nome publicado até hj no japão. O Odagiri está otimo em Azumi, fazendo um vilão perverso e homossexual(é serio XD).
    Shinobi, também deus suas caras em dvd no Brasil e é uma versão do anime Basilik, e nele Joe volta as origens fazendo meio que um herói.
    E Plastic City eu não conhecia, mas vou a procura do mesmo NOWWWW!!! O Odagiri nesse Plastic City tá parecendo um amigo meu, o Ricardo Myajima, hj morando em sp

    Valeu pelo post ficou muito bom, espero que pintem mais raios x de bons atores e atrizes

    ResponderExcluir
  3. O começo mesmo já não foi de muitos amores, então é até um pouco aceitável o Odagiri não ter esse amor todo pelo Kuuga como os fãs esperam. E eu acho que ele tem todo o direito de fazer um trabalho e não gostar, e nós também temos que entender isso. O mais importante é que ele fez com todo o profissionalismo, e o resultado foi espetacular. O cara mandou bem de mais!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Sua opinião é muito importante! Compartilhe conosco suas ideias! O Blog Tatisatsu agradece...