sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Os sentimentos dos tokufãs por Hiroshi Watari

Hiroshi Watari e o sentimento dos seus fãs (Anime Friends 2003)

Em meio às diversas news divulgadas sobre o lançamento do novo filme do Policial do Espaço Gavan, podemos perceber a mistura de sentimentos que envolvem o universo tokusatsu e embriaga tais sentimentos com as recordações do passado, em comunhão com a compreensão com a realidade que nos cerca, em nossa realidade tão momentânea. Ainda mais quando o assunto ao que me refiro trata-se dos sentimentos de um fã. , do inglês fan e do fanatic, fanático, temos o então conhecido “admirador exaltado”, os tietes de plantão (aqueles que não dormem no ponto). O fã é aquele que apresenta uma admiração extremamente avassaladora, costuma exalar traços de um pensamento que reflete a sua paixão, seja esse alvo de tanta adoração uma pessoa famosa, um personagem de alguma história fictícia, de um filme ou uma série, grupo, ideologia, esporte ou até mesmo de um objeto sem vida. Os fãs costumam ser extremistas, em alguns pontos utópicos, em outras ocasiões irredutíveis, mas não há como negar dentro da sua paixão sempre haverá uma certa lógica.


Hiroshi Watari
Então, caso me permitem, tecerei aqui algumas ideias que percebo diante da descoberta por parte da comunidade tokusatsu de uma forma geral a respeito da ausência, ou melhor dizendo, da não (provável) participação do atorjaponês Hiroshi Watari no lançamento cinematográfico da Toei em 20 de Outubro, em homenagem aos 30 anos do gênero Metal Hero, “Space Sheriff Gavan The Movie”. É raro alguém não saber, mas, vamos lá, para aqueles que não sabem Hiroshi Watari viveu para a TV, um dos Policiais do Espaço, na verdade, seguindo a trilogia, ele foi o segundo Policial do Espaço, seu codinome era Sharivan.  Aos 19 anos de idade, Hiroshi Watari interpretou um dos mais queridos Uchuu Keiji exibidos em terrinhas brasileiras, na década de 90, sem muito glamour, ao contrário do que aconteceu com um outro herói que também pertence ao mesmo gênero, mas exibido por aqui na década de 80, claro que me refiro ao Jaspion e que por grande competência do ator em questão, também viveu outro personagem igualmente querido nessa série, quem não se lembra de Booberman. O grande Watari ainda viveu na sequência um outro herói metálico, o então sucessor de Jaspion, Spielvan, que aqui no Brasil foi batizado de Jaspion II.

Policiais do Espaço
Mas, voltando à questão que envolve os sentimentos de fãs, nesse caso, tokufãs, relacionados ao novo filme do Gavan. Se me permitem a comparação, alguns foram do céu ao inferno, quando tivemos a confirmação que o filme em questão contaria com a participação de Sharivan e Shaider, mas sob o comando de novos heróis. Alguns não conseguem perceber como isso é possível: como o filme pode ter Gavan com Kenji Ohba e não ter Sharivan com Hiroshi Watari? Será por que seria impossível ter a participação do 3º e último Policial do Espaço, o Shaider, vivido na época pelo ator Hiroshi Tsuburaya (in memoriam)? Complicado dizer, talvez sim, talvez não! O fato é que os novos Sharivan e Shaider recebem as seguintes nomenclaturas: novo Sharivan / Hyuuga Kai e novo Shaider / Karasuna Fune (Shu), consequentemente, resultou na inserção de novos atores para ambos os papéis, os quais serão interpretados respectivamente por Riki Miura e Hiroaki Iwanaga. Sem mencionar o ponto crucial o filme leva o nome do primeiro Policial do Espaço, assim sendo, Gavan, a história nortear-se-á a partir do legado deixado por Gavan e consequentemente seus antecessores. Não tenho dúvidas que se dependesse do grande e inigualável Hiroshi Watari ele já estaria participando do filme e até quem sabe, roubando a cena, não desmerecendo em nenhum momento aqui o insuperável e igualmente grandioso Kenji Ohba – o fato é que ambos, mesmo sendo de épocas diferentes, mas secundárias tiveram e ainda tem o seu devido valor ao contexto histórico do tokusatsu e do desenrolar e também sucesso que obteve o gênero metal hero – ambos os atores vivenciaram heróis (personagens) que marcaram épocas e gerações, sem contar que fizeram a cabeça de muitas crianças.

Meu amigo EDU (Dr. Moroboshi do Fórum TokuBrasil), em 2004
Lembro-me de quando Hiroshi Watari esteve pela primeira vez aqui no Brasil, em 2003, para participar do Anime Friends, na capital Paulista; calma, gente, eu não o vi não, bem que gostaria, mas acompanhei o entusiasmo expressado em suas postagens naquela época. Mesmo após 30 horas de voo do Japão ao Brasil e mesmo tendo tudo para se sentir mega cansado ele sentiu uma energia única a ser recepcionado com a gritaria dos fãs brasileiros, algo que ele não esperava, mas confessa que se sentiu bastante acolhido e também considerou uma das situações inusitadas vivenciadas por ele em sua visita aqui no Brasil. Acredito que um dos pontos que ele mais curtiu durante esses dias de visitas foi a degustação dos pratos típicos brasileiros, algo que o deixou preocupado em um primeiro momento, pois teve medo de engordar, mas, que relaxou e aproveitou, logo depois. Enfim, amigos, o que eu quero dizer é que em ambas suas visitas tanto em 2003, quanto em 2004, Hiroshi reafirmou que sempre que fosse convidado viria ao Brasil sem exitar. Definitivamente, espero e torço para que outras oportunidades como essa aconteçam e ele possa retornar ao nosso país, mas enquanto isso não acontece, vamos seguindo...

Aos amigos tokufãs, gostaria que pudessem perceber a necessidade da mudança de vez em quando, não digo que também fiquei imparcial com relação à ausência do Hiroshi no novo filme, seria formidável vê-lo ao lado de Kenji Ohba mais uma vez, contudo, não podemos criticar algo sem antes conferir a sua estreia, tudo bem há aqueles que insistem em dizer que o filme em questão está direcionado ao fracasso, sinceramente, eu quero pensar o contrário e vou torcer para que seja um sucesso único, muito mais que “Gokaiger VS Gavan”. E quem sabe o que a Toei e o futuro reserva-nos? Metal heroes voltam realmente? Aguardem as cenas dos próximos capítulos!

Desde já, eu, Tati, uma tokufã, simplesmente Fã!!! 
Comedida??? Nem sei mais... 
Creio que nem tanto assim!!!
Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

6 comentários:

  1. Valeu Tatinhaaa! Seu blog ta cada vez mais legal, parabéns!! Dr_moroboshi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, meu eterno Dr. Love-Love ^_^ hehehehe

      Eu que agradeço! Bom tê-lo por aqui...

      Abração ^^

      Excluir
  2. muito bom :)
    esse cara fez parte de mnha infnacia, e faz parte até hj de minha vida e de minha formação de carater!!!
    simplesmente um mostro atuando em muitos e muitos tokusatsus!!!
    eterno booberman/sharivan/spielvan :)

    ass: EDUARDO - PUNK DA PERIFERIA DE SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Eduardo, pela participação!
      Comente sempre que puder... gosto de saber a opinião dos tokufãs ^_^

      Hiroshi Watari é o CARA! Sem dúvidas...

      Abraços ^_^

      Excluir
  3. Quando se fala em Tokusatsu, mais especificamente em Metal Heroes, a primeira figura que me vem à cabeça é,sem dúvidas, Hiroshi Watari. Esteve em Gavan, Jaspion, Metalder, e protagonizou Sharivan e Spielvan. Sem contar que, embora não tivesse participado de forma efetiva, apareceu sob a forma de flashback em Shaider. Definitivamente, não consigo entender a sua ausência neste filme. Foi uma total injustiça e falta de consideração com esta lenda do Tokusatsu. Digo isso porque tenho certeza que ele aceitaria participar do longa. Nessas condições, seria melhor que nem tivessem incluído Sharivan e Shaider.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... Sr. Watari é a essência dos Metal Heroes ^_^ Para mim é um grande ícone entre os heróis metálicos... seja como o herói principal ou o bom moço coadjuvante!!!

      Obrigada por sua contribuição!

      Abraços ^_^

      Excluir

Deixe seu comentário! Sua opinião é muito importante! Compartilhe conosco suas ideias! O Blog Tatisatsu agradece...