sábado, 5 de outubro de 2013

[De Olho nas Séries] Emergency! Maagi Magi Magiiro! Start Up!

Como prometi, a partir de hoje estarei dando início a um apanhado de percepções captado após assistir cada série, levando em conta as minhas expectativas iniciais e sentimentos posteriores, denominando DE OLHO NAS SÉRIES. Gostaria de avisá-los que desta vez estarei maneirando ao máximo com relação aos spoilers (revelarei o mínimo possível, então toda cautela ainda é pouco), pois o objetivo principal aqui será destacar os motivos pelos quais você deve assistir cada série em questão e não revelar todos os seus segredos. A vale lembrá-los que eu não gostei de todas como pensei que seria, ou muito menos pensei que me desapontaria com uma em especial, contudo isso no meu ponto de vista, e em função dele muitos aqui poderão concordar ou discordar do mesmo. Preparados? Vamos lá!


Anteriormente realizei uma enquete onde perguntava "Qual a próximamatéria que vocês gostariam de conferir por aqui?", nela destaquei as seguintes: Tokusou Sentai Dekaranger - "Uma Surpresa Agradável" / Mahou Sentai Magiranger - "Da Família à Magia" / GoGo Sentai Boukenger - "Uma Aventura dos Sonhos" e a quarta opção trazia a ideia de falar sobre as três séries mencionadas anteriormente, eis que da junção das três nasceu "Emergency! Maagi Magi Magiiro! Start Up!". Acredito que muitos amigos ficaram extremamente curiosos como eu conseguiria falar das três em uma única matéria, posso confessar que até aquele momento eu não fazia ideia da estrutura que essa matéria teria, mas ao organizar as ideias e me atentar ao objetivo dela eis que tudo ficou mais fácil, dessa forma espero que desfrutem do texto que virá a seguir.

1º Ato – EMERGENCY! (Tokusou Sentai Dekaranger)

Dekaranger - esta série conquistou o meu coração!
Quem nunca, após assistir a série Tokusou Sentai Dekaranger, tentou fazer os movimentos de transformação de Dekaranger utilizando seu aparelho de celular, smartphone ou similar como se fosse a “SP License” (Licença SP) pronunciando a frase clichê que diz: “Emergency! Dekaranger! (...) Face On!”? Definitivamente, não se envolveu com a série de verdade. Ou ainda, quem nunca ao ouvi o tema de abertura em frente ao computador começou a dançar na cadeira e cantar junto? Posso dizer com toda certeza que para mim Tokusou Sentai Dekaranger foi uma surpresa agradável, talvez isso se deu pelo fato de não ter supervalorizado a série, ou ainda, porque não esperava muita coisa da mesma. Sendo assim, eu a assisti muito mais por curiosidade (sem compromisso) do que por vontade (por compromisso), dessa forma acabou sendo para mim uma série que me entreteve de forma simples, mas significativa e marcante e ainda digo mais, das três mencionadas nesta matéria tornou-se a minha preferida pelo conjunto da obra. Querem saber o que me chamou atenção em Dekaranger? Confiram, logo depois da ficha técnica!

Ficha Técnica:

Título Original (em Japonês): 特捜戦隊デカレンジャー (Tokusou Sentai Dekaranger)
Título Adaptado (em Português): Esquadrão de Investigação Dekaranger
Período de Exibição (no Japão): De 15 de fevereiro de 2004 a 6 de fevereiro de 2005
Canal de Exibição (no Japão): TV Asahi
Criação e Produção para a TV (no Japão): Toei Company
Produção Televisiva (Gênero): Tokusatsu
Franquia: Super Sentai
Série: 28ª
Antecessora: Bakuryuu Sentai Abaranger
Sucessora: Mahou Sentai Magiranger
Versão Norte-Americana / Power Rangers: Power Rangers S.P.D. (13ª Temporada)
Total de Episódios: 50
Duração Aproximada: 30 minutos

Sinopse:

Dekaranger se passa em uma época em que humanos e alienígenas vivem de forma harmoniosa, com membros de uma raça vivendo em outros mundos, mas com a aparência adaptada ao planeta. Para manter a ordem, foi criada uma polícia interplanetária de nome S.P.D. (Special Police Dekaranger / Polícia Especial Dekaranger), com divisões e bases em vários planetas.

A história se passa na base da Terra, comandada por Doggie Krugger juntamente com sua auxiliar Swan. Os Dekarangers enfrentam monstros criminosos contratados pelo Agente Abrera, um alienígena que deseja profundamente dominar a base da S.P.D. e destruir Doggie Krugger.

Frase de Abertura:


“S.P.D. (Special Police Dekaranger / Polícia Especial Dekaranger) – Cinco Detetives lutam friamente com seus corações em chamas! Sua missão: combater os invasores da Terra. Eles protegerão a paz e a segurança de toda a humanidade!” ― Toshio Furukawa, o Narrador

Em seguida temos o tradicional tema de abertura! E para falar dele vamos mencionar um dos primeiros destaques dessa série surpreendente, a sua trilha sonora.

A Trilha Sonora:


A dupla de Psychic Lover (a mesma também faz parte do Project.R), uma banda de pop-rock composta pelo vocalista Yoshiyuki "YOFFY" Wada e o guitarrista Tatsuhiro "IMAJO" Imajo são responsáveis por interpretar três músicas empolgantes, contagiantes, e revitalizadoras, refiro-me ao tema de abertura: "Tokusou Sentai Dekaranger" e as músicas inseridas em momentos de muita ação na série "Dekaranger Action!" e "Swat On Dekaranger!".


A música de encerramento "Midnight Dekaranger" e o tema do surpreendente Deka Master "Deka Master Never Stop" ganharam a voz do lendário  Isao Sasaki (o professor Nambara, de Jaspion), um privilégio imensurável, não é mesmo?

Além delas, outras três músicas merecem um destaque especial, por terem sido marcantes durante a trama e sendo relevantes e alguns episódios, são elas:


"Girls in trouble! DEKARANGER", interpretado pelas atrizes Ayumi Kinoshita (Jasmine / Deka Yellow) & Mika Kikuchi (Umeko / Deka Pink) com o auxílio dos Deka Boys - a qual ganhou destaque nos episódios: 17, 24, 27, 31, 35 e 39, e nos créditos finais do filme "Tokusou Sentai Dekaranger The Movie: Full Blast Action", para o qual ganhou arranjos e estrofes especiais.


"Watashi Dake no Nukumori", interpretada por Asakawa Hiroko, a canção em questão é um misto de despedida e esperança, é tocada no episódio 37 "Licença Ardente", neste episódio conhecemos a Teresa, uma cantora e guitarrista, que namora Hoji (Deka Blue). Durante o episódio descobrimos que ela estava gravemente doente, correndo risco de morte, para curá-la seu irmão mais novo Clord estava trabalhando secretamente em um remédio, levando a trama por um caminho surpreendente. Parecia que tudo estava indo bem na vida de Hoji, feliz no amor e pronto para receber a promoção tão sonhada. Um dos melhores episódios que eu já assisti, o nível de drama elevado a potência máxima. Vale a pena assistir com atenção redobrada e capturar todos os detalhes! Simplesmente, nota 10!


"Sunao Ima Wo Shinjite" interpretada pela Kikuchi Mika (Umeko / Pink), a canção tocou no episódio 46 “Proposta Assustadora”. Nesse episódio a Umeko-chan é pedida em casamento por seu namorado misterioso de forma surpreendente, contudo o mesmo se torna alvo de fortes suspeitas de Sen-chan, levando-o a se desentender com sua parceira. O episódio é um misto de cenas inusitadas, românticas e reveladoras, e com um final muito “fofo” (na minha visão). Destaque para a performance de Sen-chan (Deka Green).

Os Personagens:


A Equipe Oficial possui 6 membros, contudo ao total são 10 Dekas apresentados na trama e no filme, um dos maiores esquadrões da franquia Super Sentai ao lado de Zyuden Sentai Kyoryuger.

A Polícia Especial Dekaranger, ou S.P.D., possui à sua disposição uma tecnologia extraterrestre avançada, dando aos seus Agentes roupas especiais denominadas Deka Metal que os transformam em Dekarangers

Todos os Dekarangers quase nunca usam seus nomes reais durante as missões, usando apelidos em seu lugar. Os seis principais Dekarangers têm seus nomes baseados em trocadilhos, onde seus ‘nomes’ são baseados em diferentes tipos de chá, enquanto seus sobrenomes são baseados em mistério / crime de autores do gênero.


Ban (Banban Akaza / Deka Red) – interpretado pelo ator Ryuji Sainei – É um jovem agente de 22 anos, extremamente dedicado aos treinamentos e à profissão, porém sua personalidade caótica o leva a agir impulsivamente prejudicando assim muitas vezes na solução de suas missões. Em razão disso, seu antigo chefe ficou muito contrariado em transferi-lo para a Terra, onde ficaria sob o comando de Krugger. Ser como agente da S.P.D. ele já era feliz, ficou eufórico ao receber a notícia que iria para o planeta azul, que para ele era um prêmio! Ao chegar à Unidade da Terra ele demorou um pouco para conquistar a confiança de Hoji (Deka Blue), pois sempre o irritava quando o chamava de "aibou", que significa "amigo", "camarada" ou "parceiro". Ele representa o número 1 - "A justiça vencerá!" (正義は勝つ!).


Hoji (Hoji Tomasu / Deka Blue) – interpretado pelo ator japonês Tsuyoshi Hayashi – É um jovem agente de 21 anos, um guerreiro de inúmeras qualidades (como por exemplo, seriedade e zelo na profissão), mas também é caracterizado pela frieza, arrogância e teimosia. Ele também não permite que suas emoções e vida pessoal interferissem em seu trabalho como detetive. Propenso a deixar escapar frases em inglês, seus bordões são "Perfect!" e "Super cool!". Ele também tende a dizer: "Unbelievable!" para as coisas fora do comum, e quando fica chocado ou consternado com algo costuma pronunciar: "Oh my God!". Volta e meia, entra em conflito com Ban (Deka Red), que o incomoda por chamar de "aibou", detesta "receber ordens" de outro colega de equipe. Ele representa o número 2.


Sen-Chan (Senichi Enari / Deka Green) – interpretado pelo ator japonês Yousuke Ito – É um jovem agente de 19 anos, nasceu em uma família pobre e possui sete irmãos, ele é o cérebro da equipe com uma notável capacidade de pensar sobre as coisas. Observador com excelente intuição, presta atenção a detalhes que seus amigos não conseguem ver. Por isso mesmo, é o melhor da equipe quando a tarefa é investigação. E estranhamente, ele costuma pensar melhor quando fica de cabeça para baixo, "plantando bananeira", sua famosa "pose de pensamento". Costuma ser o mais calmo, e geralmente aparta as discussões entre Ban e Hoji. Mas, quando fica chateado sua fúria é incontrolável. Ele representa o número 3.


Jasmine (Marika Reimon / Deka Yellow) – interpretada pela atriz japonesa Ayumi Kinoshita – É uma jovem agente de 19 anos, ela costuma ser uma das mais sérias do grupo. Possui grande talento e determinação no cumprimento de suas missões. Única a ter poderes mesmo estando 'destransformada', é uma ESPer (vidente). Os ESPers são pessoas que nasceram com poderes especiais. No caso de Jasmine, lê a mente da pessoa que ela toca ou um objeto pessoal desta. Para impedir que use seu poder sem controle, está constantemente usando luvas. Seu semblante aparentemente tranquilo, escondendo um segredo de seu passado de como foi difícil para ela lidar com seus poderes sensoriais diferenciando-se dos demais jovens da sua idade, período em que foi resgatada e recrutada por Doggie. Ela e Umeko são amigas inseparáveis um time imbatível denominado "Twin cam Angels" (destaco aqui o episódio 39 "Mundo de Ilusão", para que vocês possam compreender melhor o motivo dessa denominação). Definitivamente, as Deka Girls arrasam! A Jasmine representa o número 4.


Umeko (Koume Kodou / Deka Pink) – interpretada pela atriz japonesa Mika Kikuchi –  Ela é uma jovem agente de 20 anos, mas que na verdade aparenta ser uma adolescente de 15 anos por na maioria das vezes apresentar um comportamento totalmente inadequado, como diria o Tetsu: "Non sense". Ela costuma ser uma "cabecinha de vento", mas é doce, graciosa e gentil, normalmente costuma querer ajudar a todos sem calcular todas as consequências, dessa forma, na maioria das vezes age por impulso e, por pura sorte ou competência, no final dar tudo certo. Vira e mexe podemos vê-la tomando banho em sua própria banheira, na Deka Base, onde passa horas brincando de fazer bolhas e cantarolando enquanto brinca com seus patinhos de plásticos. Ela costuma ser tão impulsiva quanto Ban. É o tipo da pessoa tão intensa, que da mesma forma que você costuma ri de suas peraltices também vai chorar com seus dramas. É representada pelo número 5.


Tetsu (Tekkan Aira / Deka Break) interpretado pelo ator japonês Tomokazu Yoshida – Ele é um jovem agente de 18 anos, desde criança Tetsu foi treinado para ser um agente da S.P.D, tornou-se um especialista da divisão de elite denominado Tokkyou, foi enviado à Terra para lutar contra os Irmãos Furiosos (onde cada um possui um símbolo do Inferno), um grupo de elite de Alienizers que já destruiu setenta e nove planetas, a Terra passa ser seu próximo alvo. Nascido no planeta Terra, Tetsu ficou órfão aos 5 anos de idade por um Alienizer (que fugia da polícia). Na sua chegada à Terra, demonstrou uma frieza tão grande que incomodou os Dekarangers, que não estavam gostando de sua presença, mesmo com ele conseguindo resolver os problemas. Porém, não levou muito tempo para se habituar ao ambiente onde estava. O seu bordão característico é "Non Sense!". No decorrer da série desenvolve uma forte amizade com Ban, chamando-o de "Senpai!", além disso, passa a tratar Umeko como se fosse sua irmã mais nova. O seu número é 6 , escrito como o numeral romano VI.

Dekas de Apoio:

Boss (Doggie Krugger / Deka Master) – dublado por Tetsu Inada / suit actor: Hideaki Kusaka – Doggie é um alienígena do planeta Anubis (da raça dos Anubiseijin) da Tribo Shep e o comandante condecorado da S.P.D. da unidade da Terra.  Boss é o capitão dos Dekarangers, líder experiente que sabe extrair o melhor de seus comandados, sendo o principal responsável pela adaptação de Ban e pelo desenvolvimento de Umeko, durante o desenvolvimento da trama. Ele era uma lenda em sua época como um Dekaranger, ganhando o seu outro apelido, Cão de Guarda do Inferno (地獄 の 番犬Jigoku no Banken). No decorrer da trama Doggie deixa transparecer que nutre um forte sentimento por sua assistente Swan (ao que parece é correspondido, contudo, sempre entra em pânico quando fica sabendo que ela possui algum admirador secreto). Eventualmente, ou melhor dizendo, quando necessário entra em ação sob a forma de Deka Master. O seu número é 100 (que vem de sua capacidade de abater 100 inimigos consecutivos sem derrota, como mostrado no episódio 13). Ele simplesmente arrasa! É um líder admirável! Sempre me perguntei: o que acontece com o focinho dele quando se transforma em Deka Master? Mistério! Eis a magia dos Sentais!
Swan-San (Swan Shiratori / Deka Swan) – interpretada pela atriz Mako Ishino – Ela é assistente de Kruger do Planeta Cigno, apesar de Swan ser metade humana. É também uma espécie de gênio da equipe. Foi ela quem construiu cada uma das máquinas no grupo (desde as armas aos robôs gigantes). Swan pode se transformar em Deka Swan (como podemos ver no episódio 36), embora ela diga que fazê-lo apenas uma vez a cada quatro anos, sendo assim as Deka Girls a denominam de Heroína Olímpica (como é explicado no encerramento do episódio 37). No entanto, no episódio 49 vimos que isso não é verdade. Ela e Doggie sempre demonstram nutrir um forte sentimento um pelo outro, ultrapassando assim o limite da amizade, mas ambos sempre muito reservados e cautelosos. Seu sobrenome, Shiratori, também pode ser lido Hakucho, que significa cisne. O número dela é de outro modo 7, (que é representada pela figura geométrica de um heptágono em vez de um número), ou 99, (o heptágono lembra vagamente o carácter de "branco" (白 Shiro), que é um acesso curto de "100 "(百 hyaku).


Marie Gold (Marigold Utahime / Deka Gold) – interpretada por Chiharu Niiyama / ao cantar tem sua voz dublada por Sae – Marie é outra oficial da Polícia Especial Dekaranger que aparece para ajudar os nossos heróis única e exclusivamente no filme "Tokusou Sentai Dekaranger The Movie: Full Blast Action". Ela tem o poder de parar o tempo por um curto período. No filme sua transformação foi relâmpago, quase que não dar para perceber muito bem, isso ocorreu porque ela sofre uma terrível emboscada. Seu nome mariegold é um trocadilho com a palavra malmequer. No final, Marie e os Dekarangers derrotam Volgar e Marie volta para sua DekaBase no planeta Leslie. Seu número é 10, que é escrito como o numeral romano X.


Lisa Teagle / Deka Bright – interpretada por Mie Nanamori – Lisa é uma agente que vem da estrela Lumiere. Trata-se da superiora de Tetsu (Deka Break) e surge no episódio 40 para ajudar os Dekarangers a derrotar Korachek, um Alienizer. Seu número é 7, onde o numeral romano VII é reorganizado estilisticamente como IVI. Sua BraceThrottle tem este mesmo projeto, assim como Tetsu tem VI sobre a dele.

O que me chamou atenção na série:

Deka não deixa de ser uma alusão ao prefixo "Deca", que significa "Dez". Percebi na série diversos conceitos antigos de tokusatsu, como por exemplo, a luta corpo a corpo dos heróis (em sua forma civil antes de se transformar) contra os vilões, os robôs montados por maquetes em vez de computação gráfica; os mechas gigantes dos Alienizers sendo controlados por eles próprios, assim como aconteceu em Goggle V; o uso da base secreta com o um comandante oficial, estabelecendo um conjunto de elementos eficazes na formação das diversas unidades pré-estabelecidas numa hierarquia de comandos e subcomandos, assim como áreas específicas de atuação.

Na minha visão Dekaranger é uma série completa e possui uma linha ascendente, não apresentou altos e baixos, muito pelo contrário soube crescer gradativamente, posso afirmar que é o equilíbrio perfeito entre o drama, a comédia e a ação. Os personagens são ultracarismáticos, fogem de estereótipo pejorativo, e eu via Doggie (Boss) como um extremo comandante ao bom e velho estilo de um Ibuki (Changeman), Sugata (Maskman) ou de uma Odagiri (Jetman).

Vale destaque:

Nas aberturas de cada episódio se você prestar atenção sempre vai perceber uma cena característica daquele episódio em especial. Nos encerramentos sempre há uma curiosidade sobre algo específico da série, uma pitada extra de muito bom humor.

O que eu não curti:


A única coisa que eu não curti na série foi a qualidade da imagem em SDTV (Standard-definition television), na minha percepção considerei que com esse tipo de qualidade as cenas dão a ligeira impressão de serem envelhecidas, a diferença fica ainda mais gritante após assisti o filme "Tokusou Sentai Dekaranger The Movie: Full Blast Action" que apresenta uma produção cinematográfica muito melhor, mas independente disso eu recomendo TOKUSOU SENTAI DEKARANGER – é uma série que merece ser conferida com muito carinho e atenção. A dica é atente-se aos mínimos detalhes.

E pensar que eu comecei assisti Dekaranger porque tive dificuldades em começar a assisti Magiranger, já que eu não conseguia passar do 4º episódio, então, após assisti Dekaranger eu decidi recomeçar e tentar acompanhar de verdade Mahou Sentai Magiranger.

2º Ato – Maagi Magi Magiiro! (Mahou Sentai Magiranger)

Magiranger - "Da Família à Magia!"
Este Super Sentai é pura magia! No entanto, eu tive dificuldades em acompanhá-lo inicialmente, por 3 vezes que eu tentei assisti não conseguia superar o 4º episódio e deixava para depois, mas graças ao meu amigo RAD-kun (de Natal, RN), na minha quarta tentativa eu consegui superar o 4º episódio e, ao ultrapassar esta marca, pouco a pouco fui deixando me cativar por essa série. Mahou Sentai Magiranger é o primeiro Super Sentai a trazer a temática “Magia” e com um subtítulo que descreve a série de forma simples e direta 「Divina! Aventureira! Corajosa! É Mágica.」A trama dessa série busca desenvolver de forma simples, mas encantadora a magia que brota da coragem do ser humano e como cada um pode vencer / superar seus medos em particular. E o que mais me chamou atenção em especial nessa série foi a abordagem que fizeram enfatizando a importância da família, algo simplesmente sublime que me cativou de fato! Vamos comentar um pouco sobre os toques mágicos que posso destacar, em específico, dessa série?

Ficha Técnica:

Título Original (em Japonês): 魔法戦隊マジレンジャー (Mahou Sentai Magiranger)
Título Adaptado (em Português): Esquadrão Mágico Magiranger
Período de Exibição (no Japão): De 13 de fevereiro de 2005 a 12 de fevereiro de 2006
Canal de Exibição (no Japão): TV Asahi
Criação e Produção para a TV (no Japão): Toei Company
Produção Televisiva (Gênero): Tokusatsu
Franquia: Super Sentai
Série: 29ª
Antecessora: Tokusou Sentai Dekaranger
Sucessora: GoGo Sentai Boukenger
Versão Norte-Americana / Power Rangers: Power Rangers Força Mística (14ª Temporada)
Total de Episódios: 49
Duração Aproximada: 30 minutos

Sinopse:

Há anos aconteceu uma batalha entre dois mundos mágicos sem que os seres humanos tivessem conhecimento... Magitopia é o Mundo Celestial cujos habitantes são anjos dotados de poderes mágicos. Infershia, por outro lado, representa o Inferno dos vermes dominantes das técnicas de magia negra. No passado, Magitopia e Infershia travaram uma incessante luta. E, como resultado de tal batalha, Infershia acabou sendo selada nos confins do Planeta Terra.

Infelizmente, o mais poderoso dos Anjos Celestiais acabou entregando a sua vida durante a guerra sagrada. Assim, Miyuki – outra guerreira e esposa do anjo – recebeu a tarefa de cuidar dos seus cinco filhos sozinha, além de guardar as técnicas de magia. Afinal, sabia-se que, um dia, o selo que prende Infershia se enfraqueceria, e os mesmos voltariam a atacar nosso planeta.

Em 2005, o selo se enfraqueceu e Infershia voltou a atacar a Terra. Para nos proteger, Miyuki, então com cerca de 40 anos de idade, precisava recarregar seus poderes mágicos. E foi por isso que, emergencialmente, teve de recrutar quatro de seus filhos: Tsubasa, Makito, Urara e Houka. O filho mais novo, o Kai, ainda precisava descobrir a verdadeira essência da coragem. Mas, isso não tardou muito a acontecer, assim que o jovem compreendeu o verdadeiro significado da coragem tornou-se MagiRed, o líder dos Magirangers.

Agora, dotado de poderes mágicos, estes cinco guerreiros magos prometem defender o legado de sua família, dessa forma precisam aprender a verdadeira essência da magia dos seus poderes. Sendo que apenas a coragem será capaz de guiá-los. E no decorrer da trama eles acabam descobrindo muitos mais segredos de família. Começa, então, a nova batalha entre a magia do bem e a magia do mal! Maagi Magi Magiiro!

Frase de Abertura:

"Magia, é um poder sagrado. 
Magia, é uma aventura para o desconhecido. 
Magia, e é a prova de coragem!" 
― Tesshō Genda, o Narrador

Em seguida temos o tradicional tema de abertura! Assim como Dekaranger, Magiranger também apresenta uma trilha sonora envolvente, empolgante e cativante... Mahou, a música contagia e você não consegue ficar parado (a)! Dance e cante ao som da trilha sonora de Magiranger...

A Trilha Sonora:


A trilha apresenta uma variedade de artistas na interpretação das músicas, destaque inicial para o tema de abertura "Mahou Sentai Magiranger", interpretado por Takafumi Iwasaki, logo depois o tema de encerramento super dançante "Jumon Kōrin ~ Magical Force" que ganhou a interpretação da Sister MAYO.

Destaco ainda as seguintes músicas:


"Tenkuukai no Yasuragi", também conhecida por "Peace In The Heavens" e um fato curioso é que esta música ganhou a interpretação da Mika Kikuchi (Umeko-chan / Deka Pink, de Dekaranger) e podemos desfrutar dessa bela canção no encerramento do filme  "Mahou Sentai Magiranger vs. Dekaranger ~Maagi Giruma Deka Magika~" (ver foto acima). Simplesmente, encantadora!

As irmãs vampiras
"Bloody Friday Nightmare" é outra música que você escuta e gruda na cabeça de tal forma que você fica cantarolando o seu refrão:
"(...)
Buradii na dezaato
Kimi ni ageru give you
Furaidee no akumu
Hitori hitori..."
A música apareceu pela primeira vez na série no episódio 11 e é interpretada pelas vilãs Nai (Horan Chiaki) e Mea (Kitagami Tomomi), as irmãs vampiras. Elas utilizam essa música para recrutar pessoas que misteriosamente transformam-se em vampiros para saciar o seu plano de mal.


Ao assistir o filme "Mahou Sentai Magiranger the Movie: Inferushia no Hanayome ~Maagi Magi Giruma Jinga~" encantei-me com a música 「Song For Magitopia」, interpretada pelas belas vozes de: AKIRA KUSHIDA, ICHIRO MIZUKI, HIRONOBU KAGEYAMA. O encantamento foi tão grande que eu não me contive e fiz uma postagem especial para ela, na qual eu me arrisco a traduzi-la. Não deixem de conferi-la!

Os personagens:


Os irmãos Ozu são capazes de transformar sua coragem transbordante em magia, por isso eles formam o Esquadrão Mágico Magiranger. Filhos de Miyuki Ozu (Magi Mother) e de Isamu Ozu / Blagel (Entregou sua vida para salvar Magitopia), um dos poderosos Anjos Celestiais de Magitopia, eles se tornaram guerreiros e magos capazes de lutar bravamente empenhados em impedir que Infershia tente conquistar a Superfície e o Mundo Celestial. Armados com a sua própria coragem e magia dos Santos, os cinco combatem os Monstros do Inferno. No decorrer da trama, unem-se a eles um Anjo Celestial de Magitopia Hikaru / Sungel (MagiShine).

Ao contrário do comentário extenso para cada personagem que eu fiz para Dekaranger, nesse daqui eu vou me atentar as informações básicas, pois para aqueles que até hoje não leu nenhum spoiler da série, ela traz mistérios que vale a pena serem desvendados no decorrer da trama, você se envolve mais e a emoção aflora de tal forma que fica irresistível. Vale a pena!


Kai / Magi Red (interpretado por Atsushi Hashimoto) é o caçula da família com apenas 16 anos. Tem grande paixão pelo futebol e ainda estuda no ginásio. Inicialmente, não foi escalado para tornar-se Magiranger devido ao seu gênio inconsequente. Somente quando descobriu a verdadeira coragem é que foi capaz de transformar-se no invencível Magi Red, o líder do grupo. Sua habilidade especial é a alquimia, capacidade de transformar qualquer objeto em outro.

Tsubasa / Magi Yellow (interpretado por Hiroya Matsumoto) inicialmente, não gostou muito da ideia de ser um herói. Ele tem 18 anos e foi um dos que mais se deixaram abater com a morte de sua mãe até receber uma mensagem de coragem por parte da mesma. Há quem o considerem um reclamão pelo fato de jamais aceitar ser deixado de lado, ou mesmo poupado dos treinos mais pesados. Sua habilidade especial, como o mágico da cor amarela, é o da cura. Sendo assim, trata-se de um excelente alquimista.

Urara / Magi Blue (interpretada por Asami Kai) é a mais responsável e equilibrada dos 5 filhos, com 20 anos de idade. É muito comparada a Miyuki (Magi Mother) e essas comparações pesam bastante no que diz respeito ao cuidado deles, que, em situações-limite, pode se tornar exagerada. Mas no geral é a filha de melhor temperamento.


Houka / Magi Pink (interpretada por Ayumi Beppu) aos 22 anos de idade tem um temperamento alegre e otimista. Ela adora namorar e quer que todos se deem bem no amor, paparicando bastante o namoro de Kai com Yamazaki. Ela tem como principal característica ver o lado bom de tudo.

Makito / Magi Green (interpretado por Yuuki Ito) adora cozinhar e cultivar vegetais. Aparentemente é um bom rapaz ainda que, em determinados momentos, tenha um temperamento difícil. No grupo,é irmão mais velho com 24 anos. Aliás, por ser mais velho, em alguns momentos aparenta ser uma pessoa extremamente protetora dos seus outros irmãos. Sua habilidade especial é o de herbologia.

Hikaru-sensei / Sungel / Magi Shine (interpretado por Yousuke Ichikawa) é um anjo celestial, além de ex-aluno de Blagel, o pai dos cinco guerreiros. Durante muitos anos ficou preso dentro de uma caverna sob a forma de um sapo. Apenas voltando a ser humano com um beijo de Urara. É mestre de um gato gênio chamado Smoky, que vive numa lâmpada.


Miyuki "Okaa-san" / Magi Mother (interpretada por Azusa Watanabe) é a mãe dos cinco Magiranger além da lendária guerreira de Magitopia. Foi ela quem entregou os poderes dos cinco guerreiros. "Morre" no segundo episódio, na batalha contra Wolzard. Sua força protetora é a lua e seus poderes são baseados na neve.

Isamu / Blagel (interpretado por Tsutomu Isobe) é o pai dos cinco Magiranger e  guerreiro destemido de Magitopia - mais poderoso entre os Anjos / Santos Celestiais e que controla a versão mais poderosa do fogo. Pouco se sabe sobre ele no início da série, mas no decorrer da trama informações importantes são reveladas.

O que me chamou atenção na série:

Inicialmente foi o fato de ser a primeira série que eu assisto onde o esquadrão composto por cinco irmãos (sei que isso já aconteceu em Fiveman e GoGo-V, mas ainda não vi essas séries), muito curioso essa hierarquia que há entre os irmãos, de como o mais velho é representado, como os demais se apresentam e o mais novo, normalmente o imaturo, ou ainda, como cada um supera seus medos e conquista a sua coragem. A força que os une como uma verdadeira família, a importância que a mãe tem para o sucesso dessa estrutura familiar.

Um fato curioso que chamou a minha atenção é que organizando a primeira sílaba dos nomes de cada irmão pela ordem de seus respectivos nascimentos temos a formação da seguinte palavra japonesa MAHOUTSUKAI / 魔法使い (MÁGICO), outro detalhe ainda mais curioso é que ao adicionarmos a esta palavra o sobrenome da família interligando por uma preposição, neste caso o NO / (DE), teremos a seguinte frase: "O MÁGICO DE OZ"  (オズの魔法使い Ozu no Mahoutsukai).

Vale destaque:

Magiranger e Dekaranger
As semelhanças entre Magiranger e Dekaranger são bem curiosas e merecem um destaque a parte, as cores das equipes principais são as mesmas Vermelho / Azul / Verde / Amarelo / Rosa. Ambas as equipes têm oito membros regulares; todos os cinco membros possuem POWER UP, no caso de Dekaranger (SWAT Mode) e no caso de Magiranger (Legend Mode); possuem um único robô gigante que também tem POWER UP, em Dekaranger é o DekaWing Robo e em Magiranger é o MagiLegend; outro fato é que em ambas também têm dois membros não-humanos, em Dekaranger tem Doggie e Swan-san e em Magiranger tem Sungel e Blagel.

Foi muito legal o encontro dessa equipe no filme Magiranger vs Dekaranger
Ah, e antes que eu me esqueça, assim como na série anterior, nos créditos finais de cada episódio, antes da música de encerramento há uma explicação ou uma revelação referente a algo que ocorreu naquele episódio em especial, com algumas variações.

O que eu não curti:

Não sei se poderia dizer que eu não curti de fato, mas a questão é que considerei o três episódios iniciais bem maçantes, na verdade bem chatos, mas enfim... esse foi o meu ponto de vista na época.

Curiosidades:

Esta é a primeira série Super Sentai a ter filmagens para a sequência de abertura, na Nova Zelândia. Power Rangers também tinha começado a filmar na Nova Zelândia várias temporadas antes de Magiranger.

Fim de tarde
Pelo dia
E se você por acaso visitasse a cidade de Kawasaki e se deparasse com o cenário da foto acima? Para quem já assistiu a série logo se recordaria do primeiro episódio de Magiranger. As fotos acima foram tiradas pelo amigo Satoshi em um dos seus passeio pela cidade onde mora. Abaixo confira as cenas comparativas com o episódio:

Cena do 1º Episódio
Imagem comparativa
---
Machiko Soga - Magiel - "Mahou Sentai Magiranger the Movie: Inferushia no Hanayome ~Maagi Magi Giruma Jinga~"
Magiranger foi o último trabalho da atriz Machiko Soga, ela faleceu no dia 7 de maio de 2006. Magiel foi a única personagem do bem interpretada pela Machiko  já que as demais foram vilãs.

Cenas finais do Episódio 22
No Episódio 22 (Encontro em Kyoto?), ao final da luta entre Travellion e Kirikage (na forma gigante), Hikaru/Sungel fala: "Kore nite, iken hakushakku" que significa "Assim, se encerra esse caso" ou "Com isto, concluímos a nossa história!", 4 anos depois, essa mesma frase é usada por Takeru Shiba/Shinken Red em Shinkenger ao final de cada batalha na forma gigante. Vale lembrar, que nesse episódio 22 em especial eles viajam para a época em que existiam os samurais.

Após a Magia tivemos o Super Sentai Aventureiro em busca de seus sonhos! GoGo Sentai Boukenger...

3º Ato – Star Up! (GoGo Sentai Boukenger)


Eu assisti Boukenger por causa das diversas referências positivas que recebi a respeito da série, não só por ela comemorar os 30 anos da Franquia Super Sentai, mas por trazer elementos que agradaram a muitos tokufãs. Dessa forma, empolgação foi o meu combustível principal para acompanhar essa série e posso dizer, por muitas vezes eu pensei que eu seria fisgada e a consideraria a série melhor do que Shinkenger, antes do final eu cheguei a pensar dessa forma, mas a experiência final foi frustrante, pois a impressão que eu tenho é que se trata de uma série boa, comemorativa, mas que não soube aproveitar todas as circunstâncias que isso poderia provocar no desenvolvimento da trama. Costumo dizer que para mim, Boukenger “nada, nada, mas, acaba morrendo na praia”, quando eu pensava que próximo do clímax teríamos aquelas explosões de emoções e acontecimentos extraordinários, vinha um balde de água fria e a emoção esfriava. Problemáticas que poderiam ser melhores exploradas e desenvolvidas ficavam estagnadas. Mas, enfim... a decepção é minha e eu digo: há muitas pessoas que curtiram essa série e a consideram uma das melhores da franquia, se não a melhor! Então, meu conselho assista e tire as suas próprias conclusões! Pontos que eu gostaria de destacar...

Ficha Técnica:

Título Original (em Japonês): 轟轟戦隊ボウケンジャー (GoGo Sentai Boukenger)
Título Adaptado (em Português): Esquadrão Aventureiro (Vibrante) Boukenger
Período de Exibição (no Japão): De 19 de fevereiro de 2006 a 11 de fevereiro de 2007
Canal de Exibição (no Japão): TV Asahi
Criação e Produção para a TV (no Japão): Toei Company
Produção Televisiva (Gênero): Tokusatsu
Franquia: Super Sentai
Série: 30ª
Antecessora: Mahou Sentai Magiranger
Sucessora: Juken Sentai Gekiranger
Versão Norte-Americana / Power Rangers: Power Rangers Operação Ultra Veloz (15ª Temporada)
Total de Episódios: 49
Duração Aproximada: 30 minutos

Sinopse:

Poderosas relíquias conhecidas como Precious começaram a aparecer ao redor do mundo. Entretanto, os vários membros do Negative Syndicate (Sindicato Negativo) querem pegar os Precious e usá-los em interesse próprio. Para assegurar que os Precious não cairão nas mãos do Negative Syndicate, a Search Guard Sucessor Foundation (Fundação Sucessora Busca e Proteção), ou apenas SGS, desenvolveu seu próprio grupo de operações especiais para lutar e coletar os Precious mais perigosos, eles são o GoGo Sentai Boukenger!

Frase de Abertura:


"Em cada época, há exploradores que buscam mundos desconhecidos. As pessoas o chamam de "aventureiros". A Fundação não governamental SGS é uma organização que reúne tesouros perdidos de todo o mundo. Tesouros como relíquias de civilizações antigas, tesouros deixados por pessoas, assim como os animais em risco de extinção. Entre eles estão tesouros que possuem poderes que ultrapassam a tecnologia atual chamado “Precious”. A SGS possui uma equipe secreta que localiza e protege os Precious!" ― Shinichiro Ohta, o Narrador

Assim como suas duas antecessoras, considero a trilha sonora de Boukenger muito bem trabalhada, com uma seleção de artista de excelente importância para o meio artístico do universo J-POP, são eles: NoB, Psychic Lover, Akira Kushida, Takayuki Miyauchi, Hideaki Takatori, Ichiro Mizuki e MoJo. Confira a seguir as músicas que merecem um destaque especial.

A Trilha Sonora:


O tema de abertura como sempre leva o nome da série "GoGo Sentai Boukenger" e a interpretação fica por conta de NoB. Um misto de aventuras, sonhos, tesouros, emoção, a busca pela conquista é o ritmo envolvente dessa canção.
"(...)
Go Go Go! Go Go Go! Ready Go! susume! boukenjaa (Boukenger)
Misshon (Mission) sore wa jounetsu!
Saikou no chiimuwaaku! (Teamwork)
Hasshin! akuseru (Accel) funde moero! adobenchaa (Adventure)
Sekai wo dakishime hashire! boukenjaa (Boukenger)
Ready Go!!"

Na mesma balada alucinante e contagiante está o tema de encerramento "Boukensha ON THE ROAD", trazendo de volta Pyschic Lover interpretando mais um tema de encerramento de uma série Super Sentai. A música é uma canção que impulsiona, dando forças para você ir além, conquistar os seus sonhos independente dos obstáculos que você venha a enfrentar, o importante é seguir em frente, sempre!


"FLY OUT! ULTIMATE DAIBOUKEN" é tema do Mecha 'Ultimate GoGo Gattai Ultimate DaiBouken' que traz a formação final através da reunião dos 10 GoGo Vehicles, a interpretação fica por conta do grande e inigualável Akira Kushida.


Em "GoGo Gattai! Daibouken" temos a sensacional interpretação de Takayuki Miyauchi dando vida, força e uma bela voz no tema do Mecha Daibouken que consiste ma combinação dos cinco principais GoGo Vehicles.


O tema de Bouken Silver "Mabayuki Senkou! Bouken Silver" ganhou a bela interpretação de Hideaki Takatori e deu um toque todo especial para esse personagem que chegou abalando as estruturas dessa equipe.

Os personagens:

A SGS recolhe diversos Precious com a ajuda dos Boukengers, eles são representados por 6 jovens aventureiros em busca de seus sonhos e com suas próprias histórias de vida:


Satoru Akashi / Bouken Red (interpretado por Mitsuomi Takahashi): É o chefe da pesquisa da SGS e é o Aventureiro Ardente que conduz o Go Go Dump e lidera a equipe quase sempre com uma expressão calma, mas que esconde o fogo que arde no seu coração. Ele frequentemente batalha com Ryuuwon da Tribo Jaryuu.

Masumi Inou / Bouken Black (interpretado por Yasuka Saitou): É o Aventureiro Veloz que conduz o Go Go Formula, um veículo semelhante a um carro de corrida, e faz parte da equipe apenas para pagar sua dívida a Akashi por lhe ter salvo a vida. Ele tem uma raiva pessoal com Yaiba da Escuridão. Ele sempre rivaliza muito com o Akashi.

Souta Mogami / Bouken Blue (interpretado por Masashi Mikami): É o Aventureiro das Alturas que dirige o Go Go Gyro, um veículo semelhante a um avião, e serve como o informante da equipe. Ele luta frequentemente contra Shizuka do Vento. É um pouco arrogante e mulherengo, mas pensa muito nos seus amigos


Natsuki Mamiya / Bouken Yellow (interpretado por Chise Nakamura): É a Aventureira Poderosa que dirige o Go Go Dozer, um grande escavador, e é a mais infantil do grupo. Seu principal motivo para se aventurar foi descobrir mais sobre seu próprio passado. No decorrer da série ela descobre a sua verdadeira identidade.

Sakura Nishihori / Bouken Pink (interpretado por Haruka Suenaga): É a Aventureira das Profundezaa que conduz o Go Go Marine, um submarino, e é a mais séria da equipe quando se trata de trabalho. Ela aparenta ser fria e impassível, mas se preocupa com seus companheiros. Nutre um forte sentimento por Akashi.

Eiji Takaoka / Bouken Silver (interpretado por Masayuki Deai): É o Aventureiro Brilhante responsável por conduzir o Go Go Fire e atua como o mais forte espiritualmente do grupo, porque seu pai, o Caçador de Ashu, Kando Takaoka, casou-se com a Ashu Kei, fazendo Eiji ter sangue Ashu circulando em suas veias. Ele luta com Gai devido a sua história de rivalidade com os Ashus.


Eles são guiados por Mister Voice, que serve de ligação para o quartel-general da S.G.S., e ajudados por Makino Morio, que é o especialista técnico e criador dos Go Go Veículos, os robôs da equipe.

O que me chamou atenção na série: 


A série me empolgou por muito tempo, os personagens me cativaram, alguns com pequenas restrições, para os mais próximos a mim não preciso nem dizer que o meu preferido é o Bouken Silver e curiosamente, tenho minhas reservas com o Bouken Red, por diversas vezes ele adotou posturas que não me fizeram vê-lo como um líder de fato, mas isso não vem ao caso nesse momento, pois este é o momento para dizer o que eu mais curti na série.

Por ser um Super Sentai comemorativo, afinal de contas, eram os 30 anos da franquia Super Sentai gostei muito de como isso foi trabalhado trazendo as informações básicas de cada Sentai anterior.

O que eu não curti:

Por diversas vezes, tive a impressão que o clímax não chegou ao seu ápice final, quando a emoção estava para extrapolar tudo se resumia de forma peculiar, fora aquele final que a série teve, poderia ter sido melhor em função de toda a sua trajetória, conseguiu me empolgar durante a série, mas nos momentos finais sempre deixava a desejar.

Curiosidades:

Cada um dos Boukengers estão baseadas em alguns de seus antecessores heróis Super Sentai:


Red e Pink são baseados em seus colegas de mesma cor do primeiro Sentai , Himitsu Sentai Goranger, Satoru (Bouken Red) é inspirado em Tsuyoshi Kaijou (Akaranger) e Sakura (Bouken Pink) é inspirada em Peggy Matsuyama (Momoranger).

Black e Yellow são baseados em dois heróis da 15ª série Super Sentai, Choujin Sentai Jetman, enquanto Masumi (Bouken Black) teve sua personalidade independente inspirada em Gai Yuki (Black Condor) temos a sua fiel amiga Natsuki (Bouken Yellow) baseada na espivitada Ako Hayasaka (Blue Swallow).


Blue vivido em Boukenger por Souta Mogami (Bouken Blue) teve inspiração em Kyousuke Shida (Battle France), diretamente de Battle Fever J, o terceiro Sentai.


Agora, para a minha surpresa foi a inspiração de Eiji Takaoka (Bouken Silver), que foi baseado em Burai (Dragon Ranger), um anti-herói inicialmente com instintos assassinos, escolhido para ser originalmente o sexto Ranger de Kyoryu Sentai Zyuranger.


Além disso, existem certas semelhanças entre Bangai Hero da equipe, que se transforma em Great Sword Man Zubaan, e o primeiro oficial Bangai Hero, de Ninjaman.

Os vilões, por sua vez, também são baseados em vilões antecessores, mesmo que vagamente, por se tratar de uma série comemorativa.
---
Conclusão:

Independente de qualquer ponto de vista ou se determinada série foi mais atrativa do que a outra em virtude de uma determinada expectativa o meu conselho é simples: se você ainda não assistiu nenhuma delas, eu aconselho a vê-las e se puder seguir a ordem, melhor, para poder acompanhar e entender os enredos dos filmes que reúnem as equipes "atuais" com as "anteriores".

Infelizmente, estou postando esta matéria com 4 dias de atraso em virtude de problemas técnicos e alguns contra-tempos, mas como essa matéria requer um cuidado a mais, preferi assumir o atraso.
Página Seguinte » « Página Anterior Página inicial

5 comentários:

  1. Deka e serie que n deveria ter acabado pq sua historia e muinto fraquinha mais tem otimos episodios da semana... Mahu e uma serie mais familia com um final muito pouco trabalhado ( me refiro ao ultimo epi) mais perssonagens inesqueciveis... e boukenger tem uma daquelas historia que nos fazem assistir dinovo e dinovo (pq centrou em pessonagens que afirmo que muitos n esperavam ).... sempre otima materia Tati !!!!!!!

    OBS- estou sem pacote de idiomas e sem os acentos no teclado !!!!

    ResponderExcluir
  2. Bom, eu acho que os três fazem parte da fase que, pelo menos pra mim, foi a menos interessante dos Sentais até agora, o que me leva a achar Dekaranger o melhor_ ainda que, como disse, não cheguei a ver Boukenger.
    Magiranger atualmente parei no ep 22, é um Sentai longe de ser ruim, mas que me envolveu só num nível, digamos, básico até agora. Também ainda não tenho nenhuma recordação forte de Magi até agora.
    Já Dekaranger tem muitas, além das que vc citou ( e que foram bem legais de lembrar aqui), ficou como destaque maior pra mim a transformação do Boss que eu juro que nem imaginava que ele seria um Ranger até assistir! O ep 13, com ele detonando os 100 inimigos eu tenho até separado o trecho lá no meu canal de vídeos, de tanto que gosto.
    Deka também tem a Mako Ishino, que apesar do papel de Swan-san ainda é mais conhecida no Japão pela sua carreira de cantora J-Pop na década de 80 [isso fica como complemento ;) ]. E os filmes que ainda não vi nenhum_ apesar de que pensei em fazer isso por esses dias, de saudade que bateu, eheh!
    Valeu, grande beijo! (^_^)

    ResponderExcluir
  3. Muito bom hein!!! Só conheço um pouco de Dekaranger por causa dos "Power Rangers S.P.D.", achei interessante Magiranger essa séria quero vê e Boukenger também!

    ResponderExcluir
  4. Três sentais espetaculares! com excessao de Magiranger que ainda nao assisti por falta de tempo mesmo, posso garantir que Deka e Bouken são espetaculares! Claro que nao posso deixar de citar meus personagens preferidos de cada um

    Dekaranger:

    1- Tetsu
    2 - Ban
    3 - Sen-chan

    o que mais odeio:

    Hoji, sem dúvida alguma

    Magiranger (mesmo vendo só alguns eps. aleatorios)

    1 - Hikaru-sensei
    2 - Tsubasa
    3 - Makito

    o que mais odeio:

    anhan *limpa a garganta* o KAI!!!!!!

    Boukenger

    1 - Masumi - óbvio!
    2 - Souta
    3 - Eiji
    4 - Natsuki

    o que mais odeio:

    SAKURAA - eta guria nojenta

    ResponderExcluir
  5. Dekaranger é um dos melhores sentais pra mim. Desde o início tanto a série como um todo, como o Ban me cativaram demais. Assisti 3 ou 4 vezes (o que é pouco comparado à quantidade de vezes que assisti as da época da Manchete) e mesmo assim lembro de cada episódio, de cada cena e cada fala. Considero um sentai moderno à moda antiga, com muitos elementos dos sentais antigos e acho que esse é o principal segredo da série.
    Magiranger aconteceu o mesmo comigo, Tati, quase desisti. O início é extremamente bobo e raso. Mas, no decorrer da série vai ficando mais interessante, principalmente devido ao Wolzard, à chegada do Magishine e aquela fase dos deuses, o "Afro-Kun" e a Sphinx e companhia eu acho muito bacana. E adoro o Mandora boy. KKKKKKKK
    Boukenger eu também acho que nunca chegava num clímax, é uma série bacana, mas meio morna. Adoro o Akashi e principalmente a Sakura e o Eiji. Agora o Black eu acho um nojo e a Yellow uma retardada. Não suporto os dois. O Blue é legalzinho.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Sua opinião é muito importante! Compartilhe conosco suas ideias! O Blog Tatisatsu agradece...